Como o jovem aprendiz deve se comportar numa entrevista de emprego – 8 dicas práticas


14/05/2018 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Dicas de emprego


como o jovem aprendiz deve se comportar numa entrevistaaa

Aprender exatamente como o jovem aprendiz deve se comportar numa entrevista de emprego é essencial para conquistar a sonhada vaga e obter a primeira experiência no mercado de trabalho. Para saber quais são essas dicas e aumentar suas chances de ser contratado, confira nosso post

8 dicas de como o jovem aprendiz deve se comportar numa entrevista de emprego

 

1 – Manter a humildade

A primeira dica de como o jovem aprendiz deve se comportar numa entrevista de emprego é sempre, sempre e sempre manter a humildade, demonstrando principalmente muita vontade de aprender e de colaborar com a empresa.

É essa humildade e a capacidade de iniciativa que fazem com que o recrutador dê a oportunidade para determinado candidato. Por isso, a regra é jamais demonstrar uma experiência que você não possui, mas sim, estar disposto a aprender e contribuir.

 

2 – Falar de planos para o futuro

Outro fator muito bem visto pelas empresas que contratam um jovem aprendiz trata-se dos planos para o futuro, como por exemplo, fazer um curso técnico ou cursar uma faculdade.

Ao falar desses planos, é interessante que o jovem foque mais na questão dos estudos e de uma futura profissão, sem detalhar demais assuntos pessoais ou familiares, já que

isso pode dificultar o desempenho na entrevista ou expor situações mais delicadas da vida familiar.

 

3 – Evitar gírias

Um dos erros que mais prejudicam o jovem aprendiz na hora da entrevista é o uso de gírias, já que essa linguagem informal demais e as vezes inconveniente demonstra falta de preparo para se comunicar de maneira formal. Além de evitar falar gírias na entrevista, todo jovem que almeja ser aprendiz em uma empresa ou órgão público deve ler mais e procurar falar melhor no dia a dia.

 

4 – Falar dos estudos

como o jovem aprendiz deve se comportar numa entrevista

Uma das principais desvantagens durante a entrevista do menor aprendiz é a falta de experiência no mercado de trabalho. E os entrevistadores sabem disso.

Assim, um dos quesitos mais valorizados pelas empresas na hora de contratar esses jovens é o interesse pelos estudos. Ainda que suas notas não sejam tão altas, demonstre valorização e carinho pelos estudos ao falar de suas matérias favoritas, o que tem aprendido com os professores etc.

 

5 – Falar com objetividade

Outra lição fundamental de como o jovem aprendiz deve se comportar numa entrevista de emprego é falar com objetividade. Além de evitar o uso de gírias, é preciso estar atento às perguntas feitas pelo entrevistador e respondê-las de maneira objetiva, sem falar demais de coisas que no momento da entrevista não são relevantes.

 

6 – Ter cuidado com a aparência

Por mais que o jovem aprendiz tenha pouca idade e ainda não tenha experiência no mercado de trabalho, a aparência é sempre um fator que conta bastante na hora da entrevista. Por isso, cuide dela.

O ideal é ter sempre prontas (lavadas e passadas) duas trocas de roupas mais formais próprias para fazer entrevistas. Deve-se evitar o uso de roupas e calçados informais, como tênis, calças largas, blusas decotadas, camisetas com estampa etc.

Tanto no caso das meninas quanto dos meninos, o recomendado é adotar uma roupa mais profissional, como calça jeans, uma camisa ou blusa mais social e sapato. No caso de meninos, o indicado é que mantenham os cabelos curtos e nunca deixem barba à mostra.

 

 

7 – Ter uma carta de referência

Outra excelente dica de como o jovem aprendiz deve se comportar numa entrevista de emprego é anexar uma carta de referência ao currículo. Essa carta poderá ser escrita por um professor ou um representante da instituição de ensino, enfatizando o desempenho escolar e comportamento do jovem aprendiz. Essa carta funciona como um grande diferencial e pode ser determinante para a escolha na contratação.

 

8 – Ouvir mais do que falar

Na hora da entrevista é natural que o jovem aprendiz esteja ansioso. Para sentir-se mais calmo e aumentar as chances de ser contratado, o melhor conselho é ouvir mais do que falar. Fazendo isso, além de compreender melhor a pergunta feita pelo entrevistador, o jovem terá condições de responder com mais calma e objetividade.

Cada uma dessas dicas de como o jovem aprendiz deve se comportar numa entrevista de emprego farão toda diferença no momento da contratação. Por isso, todas elas merecem atenção

Comentários